23 de dez. de 2009

Couto Pereira: MP denuncia 14 e pede prisão de 6

O Ministério Público do Paraná denunciou 14 pessoas por causa do tumulto generalizado que ocorreu no estádio Couto Pereira no dia 6 de dezembro, logo após o Coritiba empatar com o Fluminense e ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.
Os promotores solicitaram a prisão preventiva de seis envolvidos por tentativa de homicídio qualificado, sendo que três já estavam presos. O pedido foi acatado pela Justiça.Identificados por imagens captadas pelas câmeras, os 14 torcedores foram acusados de lesão corporal. Todos invadiram o campo.
Segundo o jornal paranaense Gazeta do Povo, foram denunciados por tentativa de homicídio Adriano Sutil de Oliveira, o Adrianinho, Allan Garcia Barbosa, Gilson da Silva, Reimackeler Alan Graboski (vice-presidente da torcida organizada da Império Alviverde), Renato Marcos Moreira e Sidnei César de Lima. Destes, Barbosa, Silva, Graboski e Moreira já estão presos preventivamente. Adrianinho está foragido.
"Essa denúncia pega um corte específico do que aconteceu no dia 6 no estádio Couto Pereira. Ela está voltada especificamente para confrontos com policiais militares. É um período de mais ou menos três minutos. Procuramos individualizar as denúncias com a utilização de imagens e outros depoimentos", explicou o promotor Fábio Guaragni, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira.
Fonte: UOL
Com você, o Mecão é ainda mais forte. Seja Sócio!

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.