26 de jul. de 2010

Opinião

Além da opinião dos toredores aqui no blog e do ex-presidente Eduardo Rocha, disparei alguns e-mails para colher o parecer de conselheiros e diretores do América sobre a alieção/permuta de parte da Sede Social e a construção da Arena do Dragão. Veja algumas respostas:

Klebet Cavalcanti Carvalho - Diretor Jurídico do América
Antes de te responder as indagações apresentadas, vou conhecer um pouco mais sobre o projeto de alienação.
E, no que se refere a contrução do Estadio temos que ter muita atenção sobre o custo dele para verificarmos quanto a sua viabilidade.
Assim, que eu tiver mais conhecimento sobre o caso, ai responderei as referidas perguntas.

Augusto Varella
1) Sou favoravel sim, aquele setor é totalmente improdutivo.
2) Sou absolutamente a favor da construção do nosso estádio sim, e após isso, gerenciar de forma correta, viabilizando o mesmo à trazer recursos para o AMERICA mesmo quando não tiver jogos.A hora é essa, estou pronto para de forma voluntária, ajudar, caso o meu time do coração, precise.

Marcelo Coutinho - conselheiro
Não sou a favor de alienação do patrimônio do clube. Como nós sabemos quando a antiga pousada do atleta foi vendida, seria a salvação do américa. O que se percebe é que a simples alienação, ou seja, a venda simplesmente resolve problemas atuais, mas nunca nos prepara p/ o futuro. Sou a favor do sistema de comodato, onde o clube recebe um valor p/ utilização p/ 20 ou 30 anos e mais uma remuneração mensal durante todo o período de exploração do local. Findado o prazo, o local é devolvido ao proprietário, caso não haja renovação do comodato. Havendo renovação do comodato o clube receberia uma nova quantia p/ novo prazo acertado e continuaria tendo uma remuneração mensal.
Quanto ao estádio, sou contra. Não transformemos custos variáveis em fixo. Nós temos hoje o Machadão e, caso o derrubem, teremos a Arena das Dunas. Não há eventos p/ rentabilizar um estádio de futebol, em Natal.
Vamos continuar apostando na Timemania

8 comentários:

Anônimo disse...

Discordo de que o Estádio não seja viável.
Natal é carente de espaço para show's e eventos de grande porte.
O projeto do estádio tem de ser de uma arena multiuso, moderna que possa ser utilizada para outros tipos de evento.

Haroldo disse...

Se o América "chora" com as taxas pagas no Machadão, que é um patrimônio público. Imagine as taxas do tal "Arena das Dunas", de propriedade privada. Vai nos sobrar o velho Juvenal Lamartine nas condições atuais porque alguém que ele não será reformado na gestão desastrada da Prefeita Micarla. Falta $$$$$$...
Ora, se os custos de manutenção de um estádio fossem tão altos assim, o ABC já tinha quebrado. Mas, o que se vê é o contrário. Sou a favor, sim, da construção do estádio.

FLP disse...

Marcelo Coutinho, graças a Deus que existe no América conselheiro como você! com uma visão correta referente ao assunto, resta saber se a alta cúpula tem os pés no chão ou são apenas "modistas"

Paulo disse...

Concordo com o que Marcelo Coutinho falou. Um estádio vai gerar muitos custos fixos ao América. uma sugestão p isso seria construir arquibancadas no CT para que o time possa mandar jogos "pequenos" como os do estadual por lá, e investir mais na base (fábrica de craques), na própria infra-estrutura do CT e quem sabe um "mini-mall", com a América store, um museu com sua história e um bar temático, além de oferecer salas p aluguel p outras empresas.
Esses 3 pontos certamente gerariam um retorno maravilhoso e sustentável para o clube, que, sem dúvida, se transformaria em referencia até mesmo nacional!
Outra sugestão que dou é: Independente da decisão, convoquem a torcida para participar do q for preciso. Tem mta gente querendo ajudar, e certamente, se chamado, o torcedor irá contribuir.

Carlinhos Grilo disse...

Minha opinião é que devemos ter o nosso estádio. E deixo como sugestão a seguinte idéia: Porque não fazemos uma parceria com a FNF, Prefeitura e Governo do Estado ou com a iniciativa privada para aperfeiçoarmos o JL, pois já existe o campo (apenas isso), mas é um local muito central e ideal para jogos à noite e nos finais de semana, além de ser altamente rentável, pois está localizado na principal Avenida de Natal (Hermes da Fonseca), e bem próximo da nossa sede. É um caso a ser analisado! Como conselheiro e apaixonado pelo América, me prontifico a ajudar a colocar essa idéia para frente, pode contar comigo!!!
Abraços Rubros,
Carlinhos Grilo

Evilázio Fialho disse...

Todos têm razão,porquanto suas opiniões refletem o amor que têm pelo Mecão. Também não gostaria que parte do patrimônio fosse alienado e dilapidado,empregando-o no futebol.Existem dificuldades que podem ser sanadas com empréstimo bancário.Mas a construção de um estádio só passa a ser um problema gerencial a partir de um projeto mal feito.Suas instalações podem render um bom dinheiro mensal, se forem feitas salas de aula (sob as arquibancadas) e estas forem alugadas ao setor público.Isto existe na passarela do samba (Marquês de Sapucaí-Rio de Janeiro)onde escolas de tempo integral funcionam o ano inteiro.No Estádio Rei Pelé existe um Hotel e restaurante aberto ao público,com música ao vivo,com boa programação nos finais de semana.O bom uso da imaginação pode fazer com que o projeto de um estádio não seja encarado como um sugadouro de dinheiro do Clube.Pelo contrário,pode se converter numa fonte permanente de renda.A exploração através de comodato é uma coisa absolutamente viável,sem abrir mão do patrimônio.Mas, quanto isto poderia render ? O que quer que se pense não poderá,sob nenhuma hipótese,destinar os recursos gerados para o futebol.Essa será,sem dúvida,a pior coisa a ser feita.

Anônimo disse...

Se acompanharmos este site nos deparamos com a resposta do que é o torcedor, e ainda acrescento algumas perguntas:
Este site menciona uma crise no sócio torcedor do Cruzeiro. E aí? Um time grande e investidor, se fosse o América?
As duas maiores torcidas do Brasil têm estádio? O sócio torcedor sustenta o clube?
Quem deveria ter o maior quadro de sócios do Brasil ou talvez até do Mundo? Não seria o Corinthians Paulista?
Imagine você se acredito que o América com menos de 60 milhões (pode até ser um pouquinho menos, para não ser Caxias) de reais construirá um estádio e o manterá com a ajuda do torcedor!
Gostaria de acreditar que a população de Natal evoluisse de tal maneira que pudéssemos acreditar em outras formas de uma arena em Parnamirim ser multi-uso e o América pudesse sobreviver dela.
Maaaasssssssssss, não acredito!

Anônimo disse...

Enquanto não profissionalizarmos o nosso departamento de futebol, não haveria a necessidade de construirmos arena alguma. Temos praça de esportes que poderão ser locadas sem a geração deste custo para o Mecão. Essa de fazermos investimentos se desfazendo de patrimonio sem um previo planejamento, já vimos e sabemos no que deu!

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.