23/01/2013

Mecão vence fora, mantém tabu e entra na zona de classificação

Com gol do atacante Rico, aos 29 minutos do segundo tempo, o Mecão venceu mais uma vez o ASA de Arapiraca (o tabu continua mantido) e entrou na zona de classificação para a segunda fase da Copa do Nordeste. Apesar de não ter feito uma boa apresentação, o importante foi o espírito de superação da equipe, que conseguiu arrancar três pontos na casa do adversário, numa partida que era considerada "chave". Uma derrota poderia minar qualquer possibilidade de classificação. 
Para finalizar, duas observações: 1) o grande nome do jogo foi o goleiro Dida, que salvou o time em diversas oportunidades ao longo da partida; 2) mais uma vitória de Roberto Fernandes sobre Leandro Campos. Perdi as contas.
Vamos continuar apostando na Timemania

10 comentários:

Anônimo disse...

Mesmo com tudo q fez o goleiro Dida hoje, não pode ser o goleiro do mecão!
É muito inseguro e algumas vezes, no jogo de hoje mesmo, complica a defesa dando rebotes, espalmando pra dentro da área, deixando a bola sempre viva!
Parabéns ao Dida por todas as defesas mas Galatto tem q ser urgentemente o nosso goleiro!

Carrasco disse...

Na realidade o time não fez uma boa partida, mas futebol é resultado.
Na realidade, Dida está alí é prá defender mesmo. Por hoje, parabéns prá ele.
Na realidade, Leandro bigode tá dum jeito que quando vê Roberto Fernandes ou corre ou pede a bênção.
Na realidade, desde o lançamento primoroso de Cascata até a raça e o objetivismo de Rico, que golaço.

Anônimo disse...

Rapaz dizer que Dida foi o nome do jogo é acreditar na narração ou nao ver o jogo, o que na verdade Dida fez foi colocar o américa em risco varias vezes soltando a bola para os atacantes do ASA, ai no rebote ele salvava mas antes entregava para o atacante marcar... será que proximo jogo ele vai conseguir salvar essas bolas que ele entrega? O nome do jogo pra mim foi Rico, jogando sozinho la na frente mostrou disposição e na única chance marcou o gol!


Marcelo Victor

Anônimo disse...

Vencemos a filial. Pena que não vamos poder vencer a matriz pela Copa do Nordeste pois "ela" será eliminada antes.
ADAIL PIRES

wildsonrn disse...

Gostaria, permita-me, de fazer um balanço do jogo de ontem.
Realmente, jogamos muito mal, mas na situação em que nos encontramos (uma derrota seria pior), o importante foi o resultado.
Dida - não sou fã dele, mas ontem, nos salvou novamente. Aos que o criticam pelas rebotes, deveriam enxergar que as bolas que soltou não eram de fácil defesa. Estão esquecendo que ele não deu só rebote, nos salvou no segundo tempo, até mesmo com jogador cara a cara;
Norberto - joga mais do que jojou ontem;
Índio e Édson Rocha - foram "melhores" do que quando foi Rodrigão e Édson Rocha, apesar de ainda não ser o ideal;
Fernandes - foi melhor do que o Renatinho. Agora, precisa acertar alguns passe e cruzamentos;
Márcio Passos - o de sempre. Várias vezes "vai de vez", como se diz, é driblado e faz falta desnecessária. Também não complicou;
Daniel - não comprometeu, mas também não se sobressaiu;
Ricardo Baiano - o leão de sempre. Dá mais confiança e estabilidade na marcação;
Ivonaldo - não produziu muita coisa;
Jérson - pode não ser brilhante tecnicamente, mas táticamente é um leão. Não se cansa. Para mim, depois do Dida, foi o melhor;
Cascata - conhece muito, mas parece ainda está fora de forma. Em vários momentos parecia que não estava em campo. Mas, como é do ramo, bastou um lançamento para que o jogo fosse decidido. Pode render muito mais e nos ajudar mais ainda;
Rico - é voluntarioso, mas ainda não é o ideal. Não conseguiu segurar as bolas, apesar de estar jogando quase sozinho, mas fez o gol salvador. Aparenta está um pouco fora de forma. No final, após o gol, a língua batia nos pés. Tentou dar um passe de calcanhar e caiu sozinho. Gostei mais do jogo contra o Vitória. Esperemos para ver no que dará;
Tatu - sei não, mas apesar de ter entrado faltando pouco tempo, não me agradou. Vou esperar mais um pouco.
Para mim, o melhor foi Dida, seguido de Jérson.

Anônimo disse...

Didá e um bom goleiro..mas as vezes falha d um jeito..ontem mesmo teve uma ..e falta experiência pra ele..acho gallato mas experiente e agüenta mas pressão

cleyton disse...

Mecão é time grande e jamais pode jogar como jogou ontem, time acuado, se fosse um time melhor tinha vencido fácil. o América tem que se impor mais, mostrar a força dessa camisa. Apesar do gol acho esse Rico fraco...espero que ele e todo o time possa melhorar. #PracimaMecão!!!

Anônimo disse...

Também concordo que o Dida salvou muitas situações do gol que ele próprio criava para o adversário, sempre soltando as bolas para o meio da área, como no chute do Tiago Garça, por exemplo. Ontem ele foi eficiente pois conseguiu defender os rebotes das bolas que ele mesmo soltou porém, em um próximo jogo, isto pode não voltar a acontecer. Se do outro lado tivéssemos atacantes mais competentes, com certeza teríamos perdido o jogo...

Anônimo disse...

Sergio, o Fabiano levou muitos frangassos mas a torcida o apoiava e gritavam "paredão". Dida não tem comprometido, é ainda muito jovem o que faz precisar de muito apoio da torcida, porém tem sido o contrário. Virou um modismo sem sentido essa de pegar no pé do jovem. Qual o motivo? só vejo o de prejudicar o América pois não é incomodando o goleiro em campo que se vai contribuir. Acho que precisamos fazer um trabalho com essa pequena parte da torcida para deixar o rapaz trabalhar antes que sejam responsáveis por um prejuízo. Perderam para Isac e para Jr. Xuxa e não se tocam!

Anônimo disse...

Acredito que uma parte da torcida americana
precisa ir a campo com a real disposição de incentivar e apoiar o time.
Está se tornando insuportável o seu comportamento, chegando a incomodar, aos que realmente vão torcer, com os seus xingamentos desrespeitosos.
É uma maneira muito esquisita de demonstrar sua
insatisfação e de fazer cobrança.
Devemos entender que todo início de temporada tem suas dificuldades e uma das principais é a falta de entrosamento.
Paciência... pois as vitórias virão.

Postar um comentário