18 de mai de 2016

Direção nega acerto com o zagueiro Cléber

O nome do zagueiro Cléber circulou ontem como um provável reforço do América para a disputa do campeonato brasileiro da Série C. O jogador disputou a primeira divisão do campeonato paulista pela equipe do Água Santa e tem demonstrado interesse em voltar para o clube. 
Em contato com o Vermelho de Paixão, o empresário do jogador, Neto Genovez, houve conversas com o diretor de futebol Yuri Bagadão, inclusive com acerto das bases salariais, mas na última segunda-feira o América acabou desistindo da contratação.
O diretor de futebol Yuri Bagadão negou o acerto e disse que houve apenas uma sondagem pelo histórico do jogador no América.

Vamos continuar apostando na Timemania

5 comentários:

Adail Pires disse...

Se confirmarem essa contratação estaremos no processo de retrocesso.Já deu o que tinha que dar.
ADAIL PIRES

Anônimo disse...

Pelo amor de Deus , querem matar o torcedor de raiva e desgosto?

Flávio Campelo disse...

Como diz o escritor Nelson Rodrigues que toda unanimidade é burra, ainda bem que Cléber não é essa unanimidade, mas com certeza seria e será uma ótima contratação para dar segurança a nossa zaga, pois todas as vezes que vestiu a nossa camisa, honrou e demonstrou vontade dentro de campo. Ele é melhor do que todos que estão atualmente no elenco. Será possível que só Yuri Bagadão é que entende de futebol? Se ele está querendo, pq não trazê-lo? A única coisa que poderia desabonar sua contratação é se o mesmo vier de lesão, caso contrário, acho que ele tem o DNA Americano muito mais do que muitos que permanecem ou que já passaram. Tá na hora da torcida começar a se manifestar, pelo menos para ter direito de ser ouvida através desse canal.

Anônimo disse...

Melhor que o velho cleber,seria o Pedrão conpanheiro de zaga do joão paulo ,pois já existe o componente principal entrosamento , futebol não é dificíl de fazer é simples assim .

Anônimo disse...

Quando o jogador [é bom, o América desiste. O tal DNA só serve pra perna de pau, né?

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.