31 de jul de 2016

Resultado inaceitável

Com uma atuação de baixa qualidade, o América não passou de um empate com o River/PI na tarde deste domingo no estádio Nazarenão. O time abriu a contagem com Thiago Potiguar aos 21 minutos do primeiro tempo, mas dois minutos depois, numa falha do goleiro Daniel, o adversário empatou com o zagueiro Roberto Dias. 
O resultado foi uma ducha de água fria na capacidade de reação da equipe na Série C. É bem verdade que o América até que teve chance de marcar mais gols, mas esbarrou no goleiro adversário, na falta de sorte e de competência. Para piorar, estamos também com algumas carências. Não temos um craque, uma fera, um cara capaz de desequilibrar. Estamos jogando com um ala esquerdo improvisado, apesar de termos jogadores especialistas na posição. Há também no ataque jogadores de qualidade duvidosa, que já mostraram que não vão ajudar. É difícil acreditar como Romão ainda continua sendo utilizado. Além de tudo isso, temos um problema sério debaixo dos três paus. Daniel voltou a falhar na partida de hoje. Já tinha falhado feio no empate contra o Cuiabá. Goleiro é uma posição que não permite tantos erros. Camilo, o seu reserva imediato, também vacilou contra o Remo. 
Voltando ao resultado, só resta lamentar que o América não tenha conseguido vencer o Ríver dentro de casa. É o tipo de placar inaceitável. Não é hora de jogar a toalha, mas é preciso arquitetar uma mudança de rumo. Se o foco agora é fugir do rebaixamento, que isso seja feito como se valesse um título. Se o foco ainda for o acesso é preciso ter mais competência, qualidade e uma pitada de sorte. 
Vamos continuar apostando na Timemania

7 comentários:

Marcelo disse...

Já que a diretoria não está ajudando, deveria pelo menos parar de atrapalhar. É óbvio que levar o jogo para o Nazarenão só beneficiaria o time adversário. Como é que se tira o time do campo de jogo que já estava acostumado e leva para outro campo totalmente diferente? Amadorismo puro. Poderíamos ter vencido lá, mas que foi um dificultador a mais para o América, isso eu não tenho a menor dúvida.

Anônimo disse...

Andrei se ofereceu para JOGAR NO AMÉRICA, mas preferiram Daniel e Camilo. Aí eu pergunto : o problema é falta de dinheiro ou falta de inteligência?

Anônimo disse...

Presidente fraco e sem experiência. Depois ele aparece falando que tentou...Que o momento agora é refletir onde erramos etc... o erro Se. Presidente foi o Sr. Se candidatar sem o mínimo de experiência. Jogar para não ser rebaixado. É o que resta.

Anônimo disse...

Sérgio, se você fizesse uma enquete perguntando qual a pior contratação do América em 2016, eu não hesitaria um segundo e diria: ROMÂO! E olhe que das quase sessenta ( ou foram mais? ) contrataçoes, não escaparam nem 6. Aí já é papo pra outra enquete.

Anônimo disse...

Esses treinadores estão sendo obrigados a escalarem Richardson na lateral esquerda ou é burrice mesmo?

Anônimo disse...

O mais inaicetável de tudo é o desrespeito com o torcedor. O cara se larga de Natal - sem transportes coletivos circulando - pra ver uma pelada num poleiro desconfortável e ainda tem que voltar pra casa puto de raiva porque esse timeco não consegue nem ganhar desse OR-RIVER do Piauí. Isso é uma tremenda sacanagem com os heróis que foram a Goianinha.

Dehon disse...

Me desculpe Serginho. Eu sei que você não vai postar esse meu comentário, no que está no seu pelo direito, mas, caro Serginho, é público e notório, e somente não enxerga quem não quer: com esse grupo de jogadores de baixíssima qualidade técnica, não vamos chegar a lugar nenhum, seja na Arena das Dunas ou no Nazarenão. Estamos até o topo de jogador de empresário, alguns de qualidade sofrível, um time montado pela discutível administração Beto Santos para nos levar a série D. Resido atualmente em Manaus e estou disposto a comparecer ao jogo do MECÃO contra o Nacional, se chegarem a se cruzar na série D. Pelo menos, devo ver um tome mais caseiro, formado por atletas potiguares que demonstrem algum amor ou afinidade regional com o MECÃO. Desculpe o desabafo

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.