13 de set de 2016

Não me pareceu a melhor escolha

Desacreditado pela torcida do América, o técnico Francisco Diá foi mantido pela diretoria para o jogo contra o Remo. Sinceramente, não me pareceu a melhor escolha. De longe, o torcedor tem a impressão que o treinador não tem mais o grupo na mão e pelas últimas escalações e substituições anda meio perdido. 
Tenho quase certeza que se Moura não tivesse se desgastado tanto nos dois jogos finais do estadual, Diá teria recebido um "obrigado pelos serviços prestados" após o vexame diante do Confiança e no próximo final de semana a equipe estaria sendo comandada pelo "príncipe negro da pousada". 
Não acredito também que a permanência de Diá tenha sido por conta de uma possível multa rescisória. Penso que no fundo a direção evitou deixar um interino comandando o time no jogo mais importante do ano. As críticas foram enormes por conta do ocorrido no estadual. 
O que não verdade o América precisa para esse jogo contra o Remo é de um treinador com perfil motivador (Diá não tem essa característica), que consiga mexer com os brios dos jogadores, que arranque um algo mais, que provoque e mostre ao grupo que a queda do América será ruim para a imagem do clube e também deles. 
Conversei com um ex-dirigente que também tem esse mesmo pensamento. Ele apostaria em Luizinho Lopes, que falam ser bom de vestiário e além disso um motivador. Não conheço de perto o trabalho de Luizinho Lopes. Eu, não escondo, pensei no nome de Ferdinando Teixeira. Isso mesmo, o velho FT. Não enlouqueci. Certamente ele não aceitaria, mas se topasse chegaria e teria uma semana inteira para sacudir o elenco. Treino a esta altura do campeonato é o que menos importa. Não é mais hora de pensar em plataforma tática, variação ou posicionamento. O momento é de arrancar motivação e Ferdinando sabe fazer isso muito bem.
Como não houve mudança, só nos resta torcer e muito para que Diá mantenha a boa campanha fora de casa, consiga um grande resultado e volte para Natal com o América mantido na Série C, calando a boca de boa parte da torcida americana. 
Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.