30 de jan de 2017

Poucas opções para mudar

Sem Michel Benhami, Dija Baiano, Raul, Jussimar e Daniel Morais (que ainda não estreou), o técnico Felipe Surian sofreu quando olhou ontem para o banco de reservas e tentou modificar a equipe. Com um elenco reduzido, ele tinha à disposição o goleiro Fred, o ala Everton, os zagueiros Lucas Bahia, Maracás e Richardson, o volante Judson, o meia Anthony (garoto da base) e o atacante Luiz Eduardo.
Vamos continuar apostando na Timemania

10 comentários:

Anônimo disse...

AMIGO, NÃO SE DEVE FALAR EM MUDAR O TREINADOR. NA VERDADE, SE DEVE FALAR EM MUDANÇA DE ELENCO E RESPONSABILIZAR QUEM MONTOU ESSE LIMITADO PLANTEL.
NUNCA VI TANTO PERNA DE PAU JUNTO.
ZERO PARA QUEM MONTOU O PLANTEL.

Anônimo disse...

DEVIA TER OPTADO PELO MENINO DA BASE ( O ANTHONY ), SERIA MAIS UM COM ESSE luiz eduardo SEMPRE SERÁ MENOS UM. COMECE A DAR CHANCE A ESSES MENINOS DA BASE TALVEZ O ÍMPETO SEJA OUTRO, TALVEZ TENHAM MAIS VONTADE DE VENCER! UM HOMEM COM 18/19 ANOS TEM QUE TER CARÁTER E ASSUMIR RESPONSABILIDADES, NÃO TEM ESSA DE QUEIMAR
NÃO!
J. CARLOS
CJ.JIQUI

Anônimo disse...

Fred, Lucas Bahia, Richardson de volante e Antony, precisam de uma oportunidade no time do América.

Anônimo disse...

O América é o único time no mundo que os garotos das divisões da base não jogam no time titular.

Anônimo disse...

O time do Santa Cruz de Recife, tem 14 jogadores vindo da base.

Anônimo disse...

Nos torcemos por um Clube sem renovação que não dá oportunidade para os atletas que formam. Jogamos com o fraco Santa Cruz e sofremos com um homem a menos e não perdemos, graças a péssima qualidade do adversário. Ontem, com um adversário fraco e com um a menos, fomos dominados e 2 foi muito pouco. Mais um ano de sofrimento e a pergunta é: Até quando???? Entra ano e sai ano e continua a mesma mesmice... Muito triste. Qualquer time que enfrenta o nosso Mecão é infinitamente melhor. Como pode isso?? Se jogar nas Rocas com o Palmeira, apanha... joga retrancado... como pode??? Time muito, muito fraco. Consegue ser pior do que o do ano passado. Roberto

Anônimo disse...

Qual o patrocínio bom que tem os clubes do Alecrim, Açu, Baraúnas, Potiguar, Santa Cruz e Globo tem tão especial ? Essas equipes estão mostrando melhores jogadores e organização de suas diretorias. Estão em melhores condições na tabela de um FRAQUÍSSIMO campeonato estadual.

Anônimo disse...

BETO SANTOS, CARLOS MOURA E SURIAN SÃO SIM OS RESPONSÁVEIS PELO FRACASSO DESSE TIME MEDÍOCRE QUE NÃO GANHA NEM PELADA DE PRAIA. OS TRES TEM QUE PEGAR O BÊCO. SE QUISERMOS ESCAPAR DA DEGOLA, TEMOS QUE TRAZER URGEEEENTE O VITORIOSO ROBERTO FERNANDES. ELE JÁ PROVOU QUE É CAPAZ. VAMOS COBRAR O RETORNO DE ROBERTO FERNANDES. VOCES VÃO VER SE EU NÃO TENHO RAZÃO.

Anônimo disse...

Sob o comando de Diá, Curió nunca foi titular do time do América na Série C. No início do ano, no entanto, era titular absoluto no time de Guilherme Macuglia e um dos xodós da torcida, que o tem como ídolo pelas passagens marcantes no clube em 2009 e 2012.

Anônimo disse...

JÁ FALEI VÁRIAS VEZES. O TIME ESTÁ PRECISANDO DE UM MATADOR E QUE SABE FAZER GOLS. ESSE CARA É LÚCIO CURIÓ. PRONTO, MAIS NADA. O JOGADOR SE OFERECEU PRA JOGAR NESTE ANO, MAS O MOURA DISSE QUE NÃO QUER. ELE TEM MEDO DO LÚCIO FAZER MELHOR DO QUE ELE. ELE QUER SER O CARA. JÁ PENSOU??!!!!!

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.