27 de fev de 2017

“Carnaval sem Traumas”: uma ação da SBOT


Todo mundo sabe que os acidentes de trânsito aumentam até 40% no Carnaval, por causa de motoristas alcoolizados. Mas nos Prontos Socorros os ortopedistas atendem também a grande número de cortes de tendão da mão, quando o folião alcoolizado cai segurando a garrafa que se quebra e provoca cortes. Os médicos se preocupam principalmente com o bêbado que se fere ao cair num bueiro, um dos grandes focos de infecção existentes na área urbana. O alerta é do diretor da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Carlos Cesar Vassalo. 
Vassalo cita os dados da Polícia Rodoviária Federal, que registra como Estados com mais acidentes de trânsito durante festas prolongadas Minas Gerais, seguido por Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Mas orienta que “o bêbado a pé também corre risco ortopédico”.
O especialista diz que, durante o Carnaval, os hospitais recebem muitos casos de fratura, politraumatismos de acidentes de trânsito, que podem causar a morte pela perda volumétrica de sangue ou traumas crânio-encefálicos com hemorragia intracraniana decorrente de acidentes de motos, sem uso de capacete, mas também entorses muito dolorosas e fratura da patela, quando o folião a pé, dançando alcoolizado pisa mal e torce o pé ou sofre uma fratura.
Também em decorrência do fato de estar alcoolizado muito folião se envolve em brigas sofrendo traumatismo da face, frequentemente causado por cotoveladas.
O mais problemático, porém, é o efeito da queda, quando alcoolizado o paciente cai com a garrafa na mão, que se quebra, e o vidro produz cortes profundos, que podem cortar um tendão ou então quando sofre fratura exposta ao cair num bueiro sem tampa, com a pele rasgada permitindo a entrada de todo tipo de bactéria perigosa.

Fonte: SBOT
Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.