24 de jul de 2017

Auxiliar foi muito "macho"


Para alguns foi mais que obrigação, mas para outros o auxiliar Leirson Peng Martins foi muito "macho" quando informou ao árbitro Roger Goulart que o jogador Edson Pacujá não sofreu falta do zagueiro Paulão dentro da área. O árbitro apitou a penalidade, mas voltou atrás ao receber a orientação do auxiliar. 
Tomar essa atitude na casa do mandante, na reta final da partida e após o árbitro central ter marcado o pênalti não é algo muito comum no futebol brasileiro. O Sr. Leirson Martins foi muito macho mesmo. 
Vamos continuar apostando na Timemania

1 comentários:

Unknown disse...

Vejam como os nossos valores são invertidos, só no Brasil que para cumprir o dever a pessoa tem que ser "macho".

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.