30 de jan de 2018

Sem a exigência do regulamento da FNF, LC não levou os "meninos" para Tubarão

Leandro Campos durante treino na Arena América (imagem Canindé Pereira)

Como no regulamento da Copa do Brasil não há a obrigação (que existe no Campeonato Estadual) do técnico incluir na súmula no mínimo seis atletas profissionais nascidos a partir de 01.01.1995, Leandro Campos levou para Tubarão o que bem quis. Os "meninos" ficaram em Natal e não viajaram para Santa Catarina. Somente os "cascas grossas" foram convocados.
O exagero, penso eu, inserido na norma da competição local tirou, por exemplo, o atacante Lopeu do clássico do último sábado contra o Abc. O jogador chegou a figurar entre os convocados, mas foi "cortado" no vestiário para que o número mínimo de seis atletas fosse respeitado.
A questão não é ser contra ou a favor de prestigiar os jogadores das categorias de base, tanto que a exigência é para presença de seis atletas profissionais com no máximo 23 anos. Ou seja, o time pode inserir jogadores vindos de outros mercados e não apenas os criados nas suas divisões inferiores. A FNF deveria fazer uma revisão no regulamento e diminuir para três ou até mesmo extinguir a obrigação para as próximas temporadas.
Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.