30 de mar de 2018

Estadual foi excessivamente curto

Sem querer tirar os méritos do Abc pela conquista do título e muito menos amenizar o fracasso do América, mas fica difícil não estranhar o formato demasiadamente enxuto do campeonato estadual. Uma competição de tiro curtíssimo, sem fase semifinal e que acabou não despertando qualquer tipo de atração ao torcedor. 
A alegada falta de datas não é uma justificativa bem aceita. Basta ver os principais estaduais do país. É fácil identificar regulamentos com várias fases, mesmo onde as equipes estão envolvidas em competições no âmbito regional (Copa do Nordeste, Copa Verde), nacional (Copa do Brasil) e internacional (Libertadores). 
Também não concordo com a necessidade desse "prazão" até o início da Série D. É muito tempo sem jogos oficiais. No momento, diante do fiasco do América no estadual, até parece interessante, contudo se o time tivesse atropelado os outros adversários esse recesso não seria útil.
Na verdade, faltou à FNF desenvolver um modelo de competição mais interessante, abrindo a possibilidade da existência de mais clássicos e consequentemente propiciando mais receitas para os clubes. 
Vamos continuar apostando na Timemania

6 comentários:

Jean Carlos disse...

Concordo 100%, mas graças a Deus que acabou logo, não aguentava mas vê esse time sofrível em campo!!

Anônimo disse...

Lembrando que foi o América que pediu p mudar o modelo justamente p ganhar mais tempo p série D.

Ionaldo Lidio Sena de Carvalho Carvalho disse...

Sergio, a culpa é de Eduardo Rocha ou quem participa da reunião que faz o regulamento do campeonato. Marcone Barreto esta certo aliás é unico, pois não precisa de ze abcista vanildo
O Nosso America nada pode reclamar pois Paulinho Freire um dos culpados daquele 5 x 2 estar ao lado do ze vanildo

Ionaldo Carvalho

Blog do Carlão 68 disse...

Muito boa esta análise. Defendo um campeonato não muito longo, porém, com mudança no regulamento, com dois turnos, onde os 8 clubes seriam divididos em dois grupos, no primeiro, jogariam com clubes de outro grupo, no segundo, jogos dentro do grupo, classificando os dois primeiros, com semifinal e final em um jogo só. Decisão do campeonato com os campeões de cada turno mais o clube com maior número de pontos no campeonato, que pode ser um dos dois que foram campeões de turno.

RMBS disse...

Nosso estadual é fraquíssimo. Não há necessidade de prolongar algo tão ruim! A fórmula foi elogiada em programas esportivos justamente por ser simples, objetiva e muito fácil de entender.
Para o América faltou competência e planejamento. Se tivesse tido esses dois elementos, haveria 4 clássicos.
De resto, a FNF não vale de nada, mas neste aspecto (formato do estadual) não errou. Se queremos calendário mais cheio, temos que ser mais competentes. As oportunidades estão aí: série C e copa do Nordeste ano que vem, ou passar o primeiro semestre jogando apenas esse ridículo estadual e a série D no 2º semestre...

Anônimo disse...

Esse formato foi sugerido pelo próprio América, acredito que achava que seria um campeonato fácil e até foi, vimos como o rival passou por cima, principalmente no segundo turno.

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.