27 de abr de 2019

América: três títulos e nenhum treinador premiado pela FNF



A FNF promove já faz algum tempo promove a festa do "Prêmio Craque Potiguar". Esse tipo de evento existe em todo Brasil. A "boleirada" adora e o dirigente nem se fala. 
A escolha dos premiados é feita pela imprensa esportiva, que atua em rádio, televisão e jornal. O resultado não costuma agradar o torcedor. É tipo convocação da Seleção Brasileira. Sempre vai faltar alguém ou um intruso foi escolhido sem merecer.
O "Prêmio Craque Potiguar" tem algumas situações realmente esquisitas. Exemplo: apesar de dividir com o Abc a hegemonia do futebol do RN nas últimas seis temporadas, o América não conseguiu emplacar um único treinador entre os premiados. 
Em 2015, por exemplo, o técnico Roberto Fernandes levou o América ao título histórico do Centenário, mas acabou perdendo o prêmio para Josué Teixeira, do Abc. Como forma de protesto, os jogadores do América não pisaram na festa. 
No quesito dirigente a situação não é diferente. Mesmo sendo campeão em 2014, 2015 e 2019, a escolha não passou nem perto da Rodrigues Alves. Se a praxe costuma ser a escolha do presidente do clube, em 2015 buscaram um cargo de patente inferior. O agraciado foi o superintendente de futebol do Abc, Rodrigo Pastana.
É complicado, né?
Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.