17 de abr de 2019

Deselegante, equivocada e demagógica


Quando o árbitro interrompe uma partida por conta de meia dúzia de torcedores que resolve acender sinalizadores o que deveria passar despercebido acaba sendo notado por todos. Enquanto a fumaça não for embora o jogo não recomeça, independentemente de ter "invadido" ou não a área do gramado. Resultado? Todo mundo de olho nos sinalizadores.
A nota de repúdio do Sindicato dos Árbitros, por conta da iniciativa da diretoria do América de solicitar arbitragem do quadro da FIFA para o primeiro jogo da decisão do Estadual, é algo que também merecia passar despercebida.
Deselegante, equivocada e demagógica é o mínimo que a nota do SINDAFERN merece ser adjetivada. Deselegante com o árbitro Luiz Flávio de Oliveira, equivocada quando mira o América que apenas usou uma faculdade legal estabelecida pela própria FNF e, por fim, demagógica quando se solidariza com torcedores que, segundo a nota, "gastam seus poucos recursos com o clube de coração".
Que o sindicato queira defender a categoria é louvável, mas sair atirando de forma irresponsável não me parece uma maneira inteligente.
Resta saber se o SINDAFERN vai repudiar a escolha de um árbitro local para comandar uma decisão de estadual fora do RN. Vou pagar para ver.



NOTA DE REPÚDIO
Mais uma vez o SINDAFERN vem a público repudiar a atitude de uma agremiação solicitar arbitragem de fora do estado. Vale salientar que a arbitragem potiguar goza de prestígio pela sua qualidade e integridade. Tanto que, apenas em 2019, nossos representantes conduziram dois dos maiores clássicos do estado do Maranhão (Sampaio Correia x Moto Clube) e da Bahia (Bahia x Vitória), válidos pela Copa do Nordeste, bem como diversos outros jogos da mesma competição, e também outros duelos pela Copa do Brasil, saindo se muito bem em todos esses confrontos.
O SINDAFERN se solidariza com a categoria nesse momento de desprespeito e desvalorização, ao serem preteridos de exercerem suas funções numa partida de tamanha importância, mesmo após um brilhante campeonato e constante treinamento e aprimoramento.
Apesar da relação nem sempre amistosa entre torcedores e a arbitragem, o SINDAFERN também se solidariza com aqueles, pois em tempos de crise econômica é uma falta de respeito com esses abnegados que gastam seus poucos recursos com o clube de coração.
Só para se ter uma ideia, a federação investe em uma partida como essa, aproximadamente R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Ao se pedir arbitragem de fora, o custo extra é do clube solicitante, e o montante fica em torno de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais). É do seu bolso, torcedor, que está saindo esse dinheiro.

Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.