18 de mar. de 2020

Entrevista de Roberto Fernandes

O técnico Roberto Fernandes participou de um programa na 98 FM e falou sobre a paralisação do futebol e sobre a situação do América de um modo geral. Confira abaixo os principais assuntos: 

Vantagem com a paralisação da Copa do Brasil
O técnico Roberto Fernandes entende que a paralisação da Copa do Brasil acabou sendo mais vantajosa para o Juventude/RS. Os motivos: trocou de treinador e vai vir com uma mudança nova; por estar na Série B vai se reforçar com um orçamento de Série B; e, por último, como briga contra o rebaixamento no "gauchão" e teria no sábado o clássico contra o Caixas (que também foi suspenso) poderia vir para Natal com um time misto. Entre a cota da Copa do Brasil e a permanência na elite do Campeonato Gaúcho, o técnico não tem dúvidas que a prioridade seria evitar o rebaixamento. Independentemente de tudo isso, o treinador disse que o América vai brigar pela classificação. 

Falta de confiança do torcedor
O treinador falou que o time não passa confiança por conta da falta de resultados convincentes. O time precisa ter regularidade em alto rendimento. Se o desempenho na partida contra o River pela Copa do Nordeste, o segundo tempo contra o Sport e o jogo contra o Juventude vira referência o torcedor estaria acreditando muito mais. O problema é que nós estamos oscilando. 

Time desequilibrado
O técnico citou que o América em menos de dois meses mudou a filosofia do trabalho. Waguinho Dias pensa futebol de um jeito diferente do dele. Disse, ainda, que o time do América é absolutamente desequilibrado. 

Inter temporada
Se os campeonatos estão sendo paralisado para as pessoas ficarem em casa, o treinador defende que os treinamentos também devam ser paralisados por conta do risco de contaminação do coronavírus entre os atletas. Acrescentou que da mesma forma que o Sindicato dos Atletas brigou pela paralisação dos campeonatos, se a pandemia não regredir o próximo passo será paralisar os treinos. 

Prioridades
Quando o América foi enfrentar o Frei Paulistano já havia um acordo com todos que o clube deveria priorizar a Copa do Brasil. Não escondeu que a cota de R$ 2 milhões foi um fator preponderante para tal situação.

Contratações
As contratações do América são feitas por consenso. Semanalmente acontece uma reunião com o presidente Leonardo Bezerra, Ricardo Valério, William Oliveira, Luciano Mancha e Roberto Fernandes. Nessas reuniões são tratados assuntos gerais e contratações. O treinador disse que não foi possível fechar algumas contratações.  Os jogadores com o perfil ideal para o momento do América não foram liberados pelos clubes. Citou como exemplo um atacante da Linense/SP, que disputa a Série A3 do Campeonato Paulista. 
Com você, o Mecão é ainda mais forte. Seja Sócio!

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.