23 de abr. de 2010

Os prós e contras

Quem advoga a contratação do meia Sandro oferece os seguintes argumentos: é um jogador talentoso, experiente e versátil; pela faixa salarial dificilmente vai se encontrar um igual no mercado; jogou várias partidas pelo Ituano e não sofreu nenhum lesão no joelho.
A turma que rejeita o acerto entende que pelo histórico de lesões (são seis cirurgias no joelho) dificilmente Sandro teria condições de encarar um campeonato competitivo como a Série B e seria um investimento de alto risco.
Por enquanto, os que rejeitam estão na dianteira.
Vamos continuar apostando na Timemania

3 comentários:

Anônimo disse...

Se ele jogar 50 % das partidas já é grande negocio.
Minha única restrição é que jogador do abc nunca dá certo no America (com rarissimas exceções)
Valdy Freire

Anônimo disse...

ele jogando só com uma perna joga mais q certos pernas de pau q participaram do estadual,certo q a serie "B" é mais dificil mas até agora as contratações q ai estão não temos um jogador como ele, q sabe sair jogando e cadenciando o jogo.

Denilson

Anônimo disse...

Muito jogadores q jogaram lá na mundiça, jogaram melhor no Mecão.
Exemplo: Dedé de Dora, Alberí, Baltazar, Tiê, Divino, e outros q me fogem a lembrança.
E acho q Sandro jogará bem também.

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.