27 de nov. de 2012

Dois pesos e duas medidas?


Segundo a súmula da partida, o árbitro Suelson Diógenes aplicou um cartão amarelo ao atacante Isac, por subir no alambrado para comemorar o gol. O estranho é que no primeiro gol do Abc, o atacante Ederson (nº 9) escala da mesma forma o alambrado atrás do gol (veja o vídeo) e não leva o cartão amarelo. Dois pesos e duas medidas?
   
Com você, o Mecão é ainda mais forte. Seja Sócio!

8 comentários:

Hugo Oliveira disse...

Ja havia percebido isso tbm, foi a partir dai que começou toda a palhaçada, qnd o juiz expulsou Isac após o primeiro amarelo. Na verdade quem subiu por parte do ABC, foi Vinicius!!

wildsonrn disse...

Sérgio,
Penso que a diretoria do América tem que tomar providências quanto ao relatado na súmula, pois foi por demais tendenciosa e, também, sobre o estádio do nosso adversário, pois, como é que pode um estádio do mesmo campeonato ser multado e quase interditado porque não tinha acesso ao gramado para as ambulâncias, como foi o caso da Vila Belmiro, e outro nas mesmas condições não ter acontecido nada? O América tem que representar junto à CBF e ao STJD tal situação.
Outra coisa, o árbitro em momento algum relatou, como as imagens mostram, que os empregados da funerária entraram no gramada para agredir os jogadores do América.
Tem mais, o árbitro relatou que Lúcio o agrediu verbalmente com a atitude clara de provocar a sua expulsão e encerrar a partida. Como ele pode entrar numa questão subjetiva dessa? Será que o Lúcio não pode ter feito isso porque estava irado com o acontecido e a falta de pulso do árbitro? É brincadeira o que li!!!

Anônimo disse...

Critério utilizado pelo arbitro: Só leva cartão amarelo ao subir no alambrado, aquele que fizer o gol! hahahahahahah

Essa arbitragem local é descarada!

Rodrigo Rodrigues

Anônimo disse...

Dois pesos e duas medidas, atuação tendenciosa, incoerência, imcompetência, mais um "caseiro" no caminho do América.
Foram inúmeros os jogos que fomos vergonhosamente garfados.
O resultado não podia ser outro. Voce colhe o que planta.

Brito disse...

Esse foi o resumo da arbitragem medonha do Sr. Suelson, a parcialidade dele para o time da casa foi evidente e o América tem a obrigação de vetar esse senhor para qualquer outro jogo no futuro do nosso clube!

Brito

Anônimo disse...

Esse nosso quadro de árbitros é sofrível. O mecão não deveria aceitar nenhum árbitro potiguar nos clássicos. Estes são tendenciosos em favor do mais sofrido.
Antonio Jose

Anônimo disse...

Essa história de prestigiar a arbitragem local, tão propagada pelos nossos "formadores de opinião" é a maior cilada que o América sempre cai. Na minha opinião, em se tratando de jogo contra o "outro povo", pode ser atá partida de sinuca, a arbitragem seria de fora. Se o América não tivesse feito o sacrifício que fez, tinha gente por aí contabilizando mais um título.
Eles não vão nunca se contentar com a superioridade do América futebol Clube. E os "formadores de opinião", sempre embarcando nessas falácias. Por que será heim?
ADAIL PIRES

Anônimo disse...

Novidade seria se fosse o contrário....
ADAIL PIRES

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.