17 de nov de 2015

Série B continua com a Rede Globo

Negociada em bloco, a Série B do Campeonato Brasileiro teve renovada pela Rede Globo a transmissão até 2022, com o compromisso atual vencendo em 2017. Adiantamentos de dinheiro serão feitos: R$ 17 milhões ainda neste ano (todos os clubes com exceções de Botafogo e dupla Ba-Vi, que têm contratos individuais de Série A) e R$ 20 milhões tanto em 2016 quanto em 2017. Assim, cada clube ganhará não mais R$ 2,7 milhões em média, mas sim R$ 5 milhões. Em cada ano do novo compromisso, o "tutu" ficou assim: R$ 170 milhões em 2018 e 2019, R$ 180 milhões em 2020 e R$ 190 milhões em 2021 e 2022. O Esporte Interativo ofereceu R$ 85 milhões por temporada apenas pelos direitos em TV paga, mas os clubes não toparam por preferirem a exposição na Plim-Plim (não necessariamente em transmissões, mas sim nos jornais e programas esportivos), que para eles é melhor para obtenção de patrocínios, receosos que ficavam de perder os mesmos se tivessem menos visibilidade em outro exibidor. Em reunião ocorrida ontem na sede da CBF, os clubes da Série B pediram que as partidas das sextas-feiras não comecem mais às 21h30 e sim às 21h.
Do Lancenet
Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.