8 de ago de 2016

Diá repete aproveitamento pífio de 2010: 33,3%

imagem/Canindé Pereira

Com a derrota de ontem para o Fortaleza, o técnico Francisco Diá repete o mesmo aproveitamento da sua segunda passagem pelo América em 2010. Naquela temporada, ele comandou o time em três partidas, tendo conquistado uma vitória (Corintians/RN) e sofrido duas derrotas (Corintians/RN e São José/AP). Acabou saindo com 33,3% de aproveitamento.
Agora em 2016, Diá comandou a equipe em seis partidas e conquistou apenas uma vitória (Confiança) e três empates (Cuiabá, Remo e Ríver). Sofreu duas derrotas: Abc e Fortaleza. Repete até agora o mesmo aproveitamento de 2010: 33,3%.
O melhor desempenho de Diá no comando do América foi em 2009, quando conseguiu livrar a equipe da queda para a Série C. O time disputou 11 partidas e teve um aproveitamento de 54,5%. Foram 5 vitórias, 3 empates e 3 derrotas. 
Vamos continuar apostando na Timemania

2 comentários:

Anônimo disse...

Não me leve a mal, mas com um elenco FRACO desses, não tem treinador que consiga formar um time. Tanto é que Diá e o quarto ou quinto só este ano. Triste fim esse do América. É difícil, é duro aceitar, mas como clube de futebol, o América está quase morto. Virou um segundo Alecrim.

Anônimo disse...

Mas a diretoria, sempre burra,acha que ele é o Guardiola do Nordeste.

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.