6 de out de 2016

Procuradoria arquiva NI de Remo e América/RN

A Procuradoria da Justiça Desportiva determinou o arquivamento das Notícias de Infração do Remo e América/RN contra a equipe do Botafogo/PB por uma possível escalação irregular na Série C do Campeonato Brasileiro. Após analisar o pedido dos clubes na NI e a manifestação do Centro Sportivo Paraibano, Botafogo e Diretoria de Registros e Transferências da CBF, a Procuradoria concluiu que o atleta Sapé estava devidamente inscrito e com condição de jogo não havendo, portanto, nenhuma irregularidade.

Na Notícia, Remo e América alegam uma possível irregularidade na transferência do volante Sapé do CSP para o Botafogo/PB e que o mesmo teria participado sem condição de jogo em partidas da Série C.

Sapé possui contrato com o CSP datado de 11/06/2013 a 31/12/2017. O jogador foi emprestado ao Botafogo com início firmado em 30/05/2016 e a publicação no BID da CBF ocorreu no dia 01 de junho do mesmo ano. De acordo com Remo e América, o contrato do volante foi assinado e registrado no DRT da CBF através de procuração concedida pelo presidente do Centro Sportivo Paraibano, suspenso pelo STJD e proibido de exercer atividades por 375 dias. Com a punição ao presidente, o contrato foi assinado por Josivaldo Alves dos Santos, presidente do Conselho do CSB. No entendimento dos clubes, durante o cumprimento da pena, a procuração perdeu a validade e, portanto, o contrato estaria irregular.

Para a Procuradoria a responsabilidade do Botafogo prevista no artigo 13, parágrafo 4º e 62 do Regulamento de Transferências da CBF foram devidamente atendidos, haja vista que a competência se resume na verificação da condição e jogo e regularidade atestada pelo departamento da CBF, o que foi feito. Ainda segundo a Procuradoria, o DRT não tem competência para aplicar ou fiscalizar decisões da Justiça Desportiva que não lhe alcance, muito menos verificar/avaliar a falsidade de um documento.

Por entender que CBF e o clube paraibano são terceiros de boa fé, não tinham qualquer obrigação quantos os fatos alegados e por não haver nenhuma pendência que violasse a condição de jogo de Sapé a Procuradoria determinou o arquivamento das Notícias de Infração.

Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.