22 de mai de 2018

Avaliações individuais

Fred - se no primeiro gol do Guarani o jogador colocou a bola com precisão na gaveta, no segundo Fred saiu mal, não cortou a trajetória da bola e proporcionou a virada do adversário;
Hudson - voltou ao time titular, depois de algumas semanas entregue ao departamento médico. É um jogador de força, mas precisa caprichar nos cruzamentos. Não adianta chegar na linha de fundo, fechar os olhos e mandar a bola para o interior da área;
André Santos - jogador limitadíssimo. Perdeu o tempo da bola e cometeu a falta que originou o primeiro gol do Guarani. No segundo ficou perdido na área, logo após defesa de Fred. Além de tudo isso, agrediu desnecessariamente o lateral Danilo, capitão da equipe;
Gullith - atuação discreta e sem o brilho das partidas anteriores;
Danilo - não fez uma partida apagada, mas também não brilhou;
Jonathas - foi bem em algumas roubadas de bola, mas peca pelo excesso de força e acaba cometendo muitas faltas desnecessárias. Terminou o jogo exausto;
Rodney - é um dos poucos jogadores que bate de fora da área. Arriscou algumas vezes, porém não foi feliz. O gol de falta parece maduro. É o melhor cobrador do time;
Wandinho - mostra que tem habilidade, velocidade, mas ainda não fez uma apresentação para encantar o torcedor. Acabou sendo substituído. Ficou devendo mais uma vez.
Lucas Silva - perdeu um gol incrível no segundo tempo. Não adianta apenas driblar é preciso ter qualidade na finalização. Perder gol fácil pode comprometer o acesso.
Lopeu - o nome do jogo. Marcou os três gols da vitória. Batalhou, arriscou e foi um guerreiro dentro de campo. Para quem andava meio desacreditado, mostrou que pode ajudar lá na frente;
Pardal - assim como Lucas Silva perdeu um gol inacreditável no primeiro tempo. Não foi tão individualista como nos jogos anteriores, mas precisa caprichar mais na finalização;
Sapé - entrou no lugar de Rodney e pouco foi notado, a não ser pelo gol que perdeu de frente para o goleiro. Colocou a bola nas alturas;
Luiz Fernando - entrou no segundo tempo na vaga de Wandinho e deu o passe milimétrico para Lopeu marcar o gol da vitória. Tem bola para ser titular;
Murici - entrou na vaga de Lucas Silva e pouco acrescentou. 

Vamos continuar apostando na Timemania

3 comentários:

almir fernandes disse...

Acho que a direção do América precisa tomar uma atitude com relação ao treinador, quem vai aos treinos, vê que Richardson é infinitamente superior a Andre Santos e que Luiz Fernando não pode ficar fora desse time, pura teimosia, outra desgraça desse time é Sapé,

Anônimo disse...

Será que a diretoria do América está satisfeita com o desempenho do time?
Se quiser galgar alguma coisa, precisa ter coragem de contratar um bom goleiro, um zagueiro xerife, um volante pegador e um atacante bom.

Anônimo disse...

Concordo inteiramente com a sua análise. Só faltou comentar sobre o treinador, que escala muito mal. Richardson é um craque, se comparado com o lutador de MMA André Santos. E Luiz Fernando ser banco de Wandinho é piada de mau gosto!

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.