26 de jun de 2018

"Base do América" decide em favor do Campinense/PB


O atacante Denilson, garoto formado na base do América, salvou o Campinense/PB da eliminação da Série D ao marcar um gol de letra aos 42 minutos da etapa final. Com o resultado, a vaga foi decidida nos pênaltis e o jogador também marcou o dele. Foi acompanhado por mais dois ex-americanos: Felipe Macena e Marcelinho.
Denilson foi dispensado (após o término do contrato) do América e depois de um período sem clube se profissionalizou no Santa Cruz/RN. No último mês de abril foi contratado pelo Campinense/PB. 

Vamos continuar apostando na Timemania

6 comentários:

JOSE CARLOS PEREIRA DA SILVA disse...

E AINDA TEM QUEM DEFENDA A PERMANÊNCIA DE EX-JOGADORES DIRIGINDO O AMÉRICA! ( OS JOGADORES DA BASE DO AMÉRICA SÓ NÃO SERVE PARA O AMÉRICA )! ISSO TEM QUE MUDAR.

Anônimo disse...

Aqui não servem nem para completar o elenco. E vai ser assim com Évertom, Tiago, Anthoni e Judsom. Mas adiante teremos notícias destes atletas em outros clubes.

Anônimo disse...

É agora diretoria? Qual a justificativa para tudo isso? Por quê os garotos da base não servem para o América?
O que fizeram os cascudos ?

Anônimo disse...

Os Cardeais americanos bem que poderiam manter um time com menos atletas profissionais e outro time montado só com os garotos da base, com um treinador que pensasse apenas em futebol, sem cartolagem no meio, visando formar um time principal competitivo e entrar com gosto de gás no Estadual 2019 e subir para a série C no mesmo ano. A direção marcaria vários amistosos com times do Sul e Sudeste e, com isto, o time ficaria bem preparado e estaria apto a fazer uma grande campanha. Os Cardeais bancariam todas as despesas até chegar o Estadual, sem pensar, é claro, em retorno financeiro. Acho bem razoável essa proposta. Valeu.

Anônimo disse...

Os Cardeais americanos bem que poderiam manter um time com menos atletas profissionais e outro time montado só com os garotos da base, com um treinador que pensasse apenas em futebol, sem cartolagem no meio, visando formar um time principal competitivo e entrar com gosto de gás no Estadual 2019 e subir para a série C no mesmo ano. A direção marcaria vários amistosos com times do Sul e Sudeste e, com isto, o time ficaria bem preparado e estaria apto a fazer uma grande campanha. Os Cardeais bancariam todas as despesas até chegar o Estadual, sem pensar, é claro, em retorno financeiro. Acho bem razoável essa proposta. Valeu.

Anônimo disse...

Eduardo Rocha achou o máximo ter emprestado Van Van ao sub 20 do Bahia. Ele acha que isso é a valorização da prata da casa! E agora dispensou Anthony e Thyago. Sem falar em Ewerton e Judson, que já deveriam ser titulares há muito tempo!

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.