6 de dez de 2018

América fecha acordos de R$ 736 mil e liquida débitos trabalhistas

O América de Natal negociou todos os seus débitos referentes aos processos em execução na Justiça do Trabalho, após conciliações que resultaram num valor de R$ 736 mil.
Os processos na fase de execução são aqueles em que já houve julgamento e se encontram em fase de cobrança.
As questões trabalhistas envolviam atletas, massagistas e outros empregados do clube.
Entre os jogadores, destaca-se o ex-goleiro Fabiano Bolla Lora, tido pela torcida como um dos responsáveis pelo acesso do clube à Série A do Campeonato Brasileiro.
Paredão, como Fabiano ficou conhecido, jogou no América entre 2005 a 2008, em 2011 e 2012, atuando em mais de 130 partidas.
O goleiro, que encerrou sua carreira e mora em Natal, também participou dos acessos do clube rubro da Série C para a A (2005 e 2006), do acesso à Série B (2011) e da conquista do Campeonato Potiguar (2012), após nove anos de jejum.
Outro ex-jogador a entrar em acordo com o América foi Gilmar Silva Santos, que defendeu o clube potiguar no ano de 2015, quando foi bicampeão estadual e neste ano jogou pelo Náutico do Recife.
Os acordos foram fechados no Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania de Natal (Cejusc-Mar), sob a coordenação do juiz Michael Knabben. As negociações com o clube e os atletas começaram em março deste ano.
O juiz destacou o empenho da direção do América, “tratando com a seriedade devida os débitos trabalhistas e a Justiça do Trabalhista”, o que  demonstra “uma preocupação do clube em valorizar cada vez mais seus jogadores”.
Atualmente, Michael Knabben está trabalhando para conciliar os processos do Abc Futebol Clube.

Do TRT da 21ª Região

Vamos continuar apostando na Timemania

0 comentários:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.